Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

'Surpreendente a desenvoltura em mentir', diz Moreira Franco sobre entrevista de Joesley

Ministro foi acusado pelo empresário de pertencer a uma suposta organização criminosa chefiada por Temer

Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

17 Junho 2017 | 17h13

BRASÍLIA - O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco (PMDB-RJ), divulgou nota na tarde deste sábado, 17, rebatendo as acusações do empresário Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F. Em entrevista à Revista Época, o executivo afirmou que Moreira faria parte de uma “organização criminosa”. 

"É surpreendente a ousadia e a desenvoltura em mentir do contraventor Joesley Batista. Estive com ele uma única vez, em um grupo de brasileiros, numa viagem de trabalho em Pequim, ocasião em que me foi apresentado. E nunca mais nos encontramos. Seu juízo a meu respeito é o de quem quer prestar serviço e para tal, aparenta um relacionamento que nunca existiu”, diz a nota de Moreira Franco, na íntegra. 

Na entrevista, Joesley Batista afirma que o presidente Michel Temer é "chefe de organização criminosa" e que "quem não está preso está hoje no Planalto”, citando diretamente Moreira Franco e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Mais cedo, Temer avisou que irá processar o empresário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.