1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Substituto de Vargas na vice da Câmara será escolhido no fim do mês

Daiene Cardoso

10 Abril 2014 | 11h 34

Pelo critério de proporcionalidade, PT poderá indicar sucessor de deputado

Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), anunciou na manhã desta quarta-feira, 10, que marcará para a última semana do mês a eleição do substituto do deputado André Vargas (PT-PR) para o cargo de primeiro vice-presidente da Casa. Nesa quarta, 9, o petista renunciou após o Conselho de Ética instaurar processo contra o deputado por quebra de decoro parlamentar. O colegiado vai investigar as relações do petista com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal.

Pelo critério da proporcionalidade, o PT permanecerá na vice-presidência e indicará o sucessor de Vargas. Assim que o petista encaminhou sua carta de renúncia, os primeiros nomes cogitados pelo partido foram os do ex-líder da bancada, José Guimarães (CE), o vice-líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (RS) e o ex-presidente da Casa, Marco Maia (RS).

Além do Conselho de Ética, a Corregedoria da Casa também vai investigar as relações de Vargas com o doleiro, suspeito de participar de esquema de lavagem de dinheiro. No Conselho, o relator do caso será o deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que já avisou que pretende apresentar seu parecer antes do prazo regimental de 90 dias. O processo pode levar à cassação de Vargas.

Em sua carta de renúncia, o parlamentar afirmou que deixava o cargo para se dedicar à sua defesa e para preservar a imagem da Câmara. O petista nega ter participação em irregularidades.