1. Usuário
Assine o Estadão
assine

STF diz que Barbosa não é amigo de Mahfuz

DAIENE CARDOSO - Agência Estado

02 Fevereiro 2014 | 19h 17

Uma foto do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, ao lado do empresário Antonio Mahfuz serviu de combustível para ataques de petistas ao ministro. A imagem foi divulgada na página do Facebook do empresário, que se referiu a Barbosa como "justiceiro". Mahfuz vive há cerca de 15 anos nos Estados Unidos, após ter a prisão decretada no processo de cobrança de uma dívida superior a R$ 144 milhões com o Chase Manhattan Bank. Ele era proprietário de uma das mais tradicionais redes de lojas do interior paulista na década de 80.

No Twitter, o vice-presidente do Congresso, deputado André Vargas (PT-PR), e até Delúbio Soares, condenado no processo do Mensalão, não deixaram a imagem de Joaquim ao lado de um foragido da Justiça brasileira passar despercebida.

A publicação da foto foi comentada com ironia pelo deputado petista: "Joaquim Barbosa tira foto em Miami com empresário foragido. Cadê os moralistas da mídia brasileira? Se fosse o Lula!", escreveu Vargas.

Delúbio Soares retuitou um comentário na rede social e deu destaque para a foto. "Antonio Mahfuz: 221 processos, prisão decretada, foragido do Brasil. Em Miami, com Joaquim Barbosa, num bar."

O advogado e ex-deputado federal pelo PT Luiz Eduardo Greenhalgh publicou pelo menos quatro retuítes em seu perfil sobre o assunto. "Barbosa em foto em Miami com foragido da Justiça Brasileira, Antonio Mahfuz, estelionatário que fugiu do Brasil...", dizia um dos comentários publicados.

"O empresário que aprontou aqui e depois fugiu para os EUA, poderia escapar da Justiça do modo mais simples: filiando-se ao PSDB. Pronto", retuitou a provocação Francisco Rocha da Silva, conhecido como Rochinha, que um militante histórico do PT. "Eu vejo o povo tirando foto com artistas, jogador de futebol, palhaços, Papai Noel, camelo, elefante de circo, etc", respondeu Rochinha a uma internauta.

Assessores do STF informam que Joaquim não é amigo de Mahfuz e que o ministro costuma atender aos pedidos para posar em foto com admiradores. "Ele não pede o RG de ninguém", disse um assessor.