1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Solidariedade faz manifesto com crítica ao governo Dilma

Erich Decat - Agência Estado

13 Maio 2014 | 17h 58

O Partido Solidariedade, que está formalizando nesta terça-feira o apoio à pré-candidatura de Aécio Neves (PSDB) à Presidência, entregou ao senador um manifesto com 21 propostas do partido a um eventual mandato presidencial. São questões que vão de política industrial à questão da mulher, em um documento de 29 páginas. O manifesto tem, também, severas críticas à gestão atual da presidente Dilma Rousseff.

"O atual governo, na figura da presidenta Dilma, tem desrespeitado os trabalhadores na medida em que nega o diálogo com as lideranças sindicais. Quanto aos empresários, tem privilegiado alguns em detrimento de maioria. Com relação à corrupção, nunca vimos tanto aparelhamento dos equipamentos públicos, vide Petrobras, com desvios de recursos, negociatas que têm sangrado nosso patrimônio público", diz o manifesto do Solidariedade.

O partido, originário de movimentos sindicais e presidido por Paulinho da Força Sindical, propõe que Aécio Neves encampe o que designaram de "Pacto de Concertação" entre governo, centrais sindicais, das confederações sindicais patronais e entidades da sociedade civil.

Eleições 2014