Tasso Marcelo/Estadão - 04.07.2012
Tasso Marcelo/Estadão - 04.07.2012

Sérgio Machado renuncia à presidência da Transpetro

Presidente licenciado da subsidiária da Petrobrás entregou carta de renúncia a Graça Foster nesta quinta; conselho de administração ainda deve ser informado de decisão

Fernanda Nunes, O Estado de S. Paulo

05 Fevereiro 2015 | 17h33

Rio - Sérgio Machado, presidente licenciado da subsidiária de transporte e logística da Petrobrás, entregou carta de renúncia ao cargo na tarde desta quinta-feira. A mensagem foi entregue à presidente da estatal, Graça Foster, que também preside o conselho de administração da Transpetro. 

A renúncia ainda deve ser oficialmente informada ao conselho de administração da subsidiária para que seja divulgada. É possível que isso não ocorra ainda nesta quinta. 

Sérgio Machado estava licenciado havia três meses, desde que a empresa de auditoria PricewaterhouseCoopers (PwC), entre outros pontos, ressaltou a dificuldade de validar o balanço financeiro da Petrobrás tendo, no comando de uma das suas controladas, um executivo citado na Operação Lava Jato, da Polícia Federal. 

O ex-diretor Paulo Roberto Costa, delator à PF, afirmou que recebeu R$ 500 mil em propina às mãos de Machado como pagamento de propina. Sérgio Machado é afilhado político de Renan Calheiros (PMDB-AL). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.