1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Sérgio Guerra era voz firme do PSDB, diz Arthur Virgílio

EQUIPE AE - Agência Estado

06 Março 2014 | 19h 01

O prefeito de Manaus e presidente de honra do diretório regional do PSDB no Amazonas, Arthur Virgílio Neto, divulgou nota nesta quinta-feira, 06, manifestando pesar pela morte do deputado Sérgio Guerra (PSDB-PE). "Sérgio Guerra era, sobretudo, um marcante ser humano. Bravo, mas sem arroubos. Orgulhoso, jamais arrogante. Altivo em todos os seus gestos. Generoso sem ser piegas. Líder pelo convencimento, pela confiabilidade, nunca por atitudes grandiloquentes e vazias. Companheiro singular, sempre disposto a ouvir e à solidariedade. Deixa saudades. Dos tempos memoráveis de tantas lutas. Das soluções que habilmente sabia engendrar. Do bom humor constante, que não se confundia com tolerância permissiva. Pulso forte num coração imenso", disse o prefeito, que está em viagem a Londres.

Segundo Arthur Virgílio, como presidente nacional do PSDB, Guerra foi "a voz firme, a coerência, a agregação, a constância, a determinação". O prefeito destacou ainda que Sérgio Guerra enfrentou "a doença devastadora com coração de leão". "Caráter forte, com capacidade extraordinária de assimilar os golpes duro de uma vida que se mostrou cruel em diversos momentos da trajetória de Sérgio Guerra."

Sérgio Guerra morreu nesta quinta-feira, 06, aos 66 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde tratava de um câncer de pulmão.