Waldemir Barreto/Agência Senado
Waldemir Barreto/Agência Senado

Senador Roberto Rocha (PSB-MA) acerta ida para o PSDB

Migração para o partido significa, na prática, a implosão da aliança entre os tucanos e os comunistas no Estado

Renan Truffi e Thiago Faria, O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2017 | 19h04

BRASÍLIA - O senador Roberto Rocha (PSB-MA) acertou nesta quarta-feira, 13, sua migração para o PSDB. Em reunião com o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), presidente em exercício do partido, Rocha formalizou que vai se filiar ao partido tucano e deixar o PSB.

Roberto Rocha já havia anunciado sua pré-candidatura ao governo do Maranhão contra o governador Flávio Dino (PCdoB). Mas a migração para o PSDB significa, na prática, a implosão da aliança entre os tucanos e os comunistas no Estado.

Isso porque, atualmente, o vice-governador do Maranhão é Carlos Brandão, tucano que tem sido o principal responsável pela manutenção da aliança entre os dois partidos. Além de Rocha, outra que pretende disputar o pleito é a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.