1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail
http://topicos.estadao.com.br/operacao-lava-jato

Senador Delcídio Amaral deixa a prisão em Brasília

- Atualizado: 19 Fevereiro 2016 | 21h 07

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, soltou o senador do PT, mas impôs a ele restrições

Senador Delcídio Amaral deixa a prisão. O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou nesta sexta-feira (19) a prisão preventiva do senador do (PT-MS), preso desde novembro após ter sido gravado oferecendo fuga para que o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró não fizesse delação. 

Senador Delcídio Amaral deixa a prisão. O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou nesta sexta-feira (19) a prisão preventiva do senador do (PT-MS), preso desde novembro após ter sido gravado oferecendo fuga para que o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró não fizesse delação. 

BRASÍLIA - O senador Delcídio Amaral (PT-MS) deixa a prisão nesta sexta-feira, 19. Após assinar um termo de compromisso, o senador saiu do Batalhão de Policiamento de Trânsito.

O advogado de Delcídio, Luiz Henrique Machado, confirmou que Delcídio dormirá esta noite em Brasília, onde permanecerá para "exercer o seu cargo de senador" já na próxima semana.

Algumas questões não ficaram esclarecidas, como se o senador poderá sair no período noturno. Machado também não confirmou se Delcídio não poderá manter contato com outros investigados. De acordo com ele, isso poderia interferir em sua atividade parlamentar.

O ex-líder do governo Dilma no Senado ficou detido durante 86 dias, sob acusação de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

http://topicos.estadao.com.br/operacao-lava-jato
Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em PolíticaX