1. Usuário
Assine o Estadão
assine

1964

Sem-teto protestam contra violência policial nos 50 anos do Golpe

Celso Augusto, especial para O Estado - O Estado de S. Paulo

01 Abril 2014 | 17h 50

Grupo aproveitou data para criticar propostas que estão em tramitação no Congresso que tipificam crimes de terrorismo; grupo segue pela Avenida Paulista

No aniversário de 50 anos do Golpe Militar de 1964, nesta terça-feira, 1º, integrantes do Movimento dos Trabalhadores sem-teto (MTST) ocupam a Avenida Paulista em protesto contra a repressão policial e projetos de lei que tramitam no Legislativo Nacional para tipificar crimes de terrorismo, como atos de vandalismo em manifestações.

Segundo a CET, cerca de 500 pessoas ocupam totalmente a via nos dois sentidos. A Polícia Militar acompanha o ato e informou que ele segue de forma pacífica. Também participam do protesto integrantes de outros movimentos sociais e forças sindicais, como o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

Um grupo de manifestantes protocolou um documento de repúdio à violência policial no prédio do Ministério Público Federal. Eles também pretendem entregar o documento na Secretaria de Justiça de São Paulo e no gabinete da Presidência da República na capital paulista.

1964