1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Sarney é vaiado 5 vezes durante evento com Dilma em Macapá

Rafael Moraes Moura - O Estado de S. Paulo

23 Junho 2014 | 16h 35

Senador foi alvo de indiretas de Camilo Capiberibe (PSB) enquanto acompanhava a entrega de moradias do Minha Casa Minha Vida

Macapá - Pivô de uma crise entre o diretório estadual do PT no Amapá e a direção nacional do partido, o senador José Sarney (PMDB-AP) foi vaiado cinco vezes na manhã desta segunda-feira, ao participar de evento em Macapá ao lado da presidente Dilma Rousseff para a entrega de unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida. Sarney também recebeu críticas indiretas do governador do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB), que tenta garantir o apoio do Partido dos Trabalhadores à sua reeleição.

Ao final do discurso, Capiberibe destacou que as ruas do conjunto habitacional entregue nesta segunda "homenageiam bravos brasileiros" que lutaram contra a ditadura militar, como Miguel Arraes (1916-2005), avô do pré-candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, Vladimir Herzog (1937-1975), Leonel Brizola (1922-2004) e Rubens Paiva. (1929-1971) 

"É preciso lembrar e reverenciar os que ousaram lutar. A senhora (dirigindo-se à presidente Dilma Rousseff) é um exemplo, lutou, e pagou um preço alto. Existem aqueles que se aliaram aos ditadores, não podemos esquecer, o Brasil não pode esquecer, pois senão poderemos voltar a viver aqueles anos tristes", disparou o governador. Sarney apoiou o regime militar na época.