1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Reunião marca início de campanha para prévias do PSDB em São Paulo

- Atualizado: 12 Janeiro 2016 | 09h 50

Evento do diretório municipal reúne os três postulantes das primárias que vão definir nome que vai disputar a Prefeitura

O diretório municipal do PSDB se reuniu nesta segunda-feira, 11, para regulamentar a realização das prévias no partido – disputa interna pela qual a legenda escolhe o candidato para as eleições a prefeito deste ano. As primárias do PSDB estão marcadas para o dia 28 de fevereiro. Na prática, o evento deu início à campanha interna para a definição do candidato do PSDB à sucessão do prefeito Fernando Haddad (PT). 

A reunião, que ocorreu no centro de São Paulo, contou com a presença dos três postulantes à vaga: o vereador Andrea Matarazzo, o deputado federal Ricardo Tripoli e o empresário João Doria Jr. Eles compuseram a mesa junto com os membros da Executiva Municipal. Foi a primeira vez em que os três participaram de um mesmo evento do PSDB após terem manifestado interesse em disputar as eleições.

Apesar da acirrada disputa nos bastidores, o clima entre os tucanos era amistoso. Matarazzo, Doria e Tripoli trocaram cumprimentos quando chegaram ao local da reunião. O empresário e Tripoli sentaram um ao lado do outro, enquanto Matarazzo permaneceu do outro lado da mesa.

O deputado Ricardo Tripoli (esq.) e o vereador Andrea Matarazzo se cumprimentam em reunião do diretório do PSDB na capital paulista

O deputado Ricardo Tripoli (esq.) e o vereador Andrea Matarazzo se cumprimentam em reunião do diretório do PSDB na capital paulista

Adesivos. Eles elogiaram o processo de prévias no partido. “É muito saudável para o PSDB. Ajuda a fazer democracia no partido”, disse Doria Jr., que chegou à reunião distribuindo adesivos com a mensagem “Acelera”. Muitos militantes do partido iniciaram a reunião com o material do empresário colado no peito.

Doria é visto por uma ala do partido como o pré-candidato apoiado pelo governador Geraldo Alckmin. Esse “selo” foi adquirido depois que Alckmin apareceu em um vídeo fazendo uma declaração pró-Doria durante um jantar. 

Matarazzo tem o apoio dos senadores tucanos Aloysio Nunes Ferreira e José Serra e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Tripoli foi definido na semana passada como pré-candidato na disputa pela vaga. A informação foi antecipada pelo Estado. Ele tomou a decisão com o apoio do suplente a senador José Aníbal e do deputado federal Bruno Covas. 

Para Tripoli, a realização de prévias é salutar. O deputado elogiou Doria Jr. e Matarazzo, a quem chamou de “adversários momentâneos”. “As prévias são salutares, é importantíssimo para o partido”, disse Tripoli. 

O parlamentar também aproveitou a reunião de ontem para fazer sua inscrição para as prévias. Doria Jr. e Matarazzo já estão inscritos. “Eles não são oponentes. São adversários momentâneos. Eles são ótimos, mas eu sou a cara do PSDB.”

Matarazzo voltou a elogiar a entrada de Tripoli na disputa interna. A avaliação de membros do partido é de que a existência de mais um interessado pela vaga de candidato despolariza o processo. “Acho ótima a entrada de Tripoli. É um quadro histórico, com vários mandatos”, afirmou Matarazzo.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em PolíticaX