Carmem Pompeu/Divulgação
Carmem Pompeu/Divulgação

Renan Filho lamenta ausência do pai em discurso de posse

No momento em que acontecia a solenidade em Alagoas, o senador empossava, no Congresso Nacional, a presidente Dilma Rousseff

CARLOS NEALDO, Especial para o Estado

01 Janeiro 2015 | 18h36

MACEIÓ - O novo governador de Alagoas Renan Calheiros Filho (PMDB) lamentou a ausência do pai, o senador Renan Calheiros (PMDB/AL) em seu discurso de posse, proferido na tarde desta quinta-feira (1), na Assembleia Legislativa de Alagoas. No momento em que acontecia a solenidade em Alagoas, o senador empossava, no Congresso Nacional, a presidente Dilma Rousseff, eleita para o segundo mandato. 

"Em todos os momentos sempre fui testado sozinho", ressaltou Renan Filho. "Meu pai está dando posse à presidente, com a cabeça de onde ele nunca tirou: aqui em Alagoas", completou. O senador Renan Calheiros também foi citado pelo filho entre as personalidades alagoanas do século XX. "Alagoas teve grandes nomes, como Graciliano Ramos, Jorge de Lima, Djavan, Cacá Diegues e Renan Calheiros", destacou. 

Em solenidade prestigiada por autoridades, familiares e muitos conterrâneos de Murici - sua cidade natal - o novo governador voltou a citar a educação como grande investimento de seu governo. "A nossa meta é fazer uma revolução na educação de Alagoas", ressaltou, acrescentando que o primeiro passo para isso foi nomear seu vice Luciano Barbosa como secretário estadual de Educação. "A revolução na educação em Alagoas, além de ser uma necessidade, é uma oportunidade que a história está nos dando. Estamos atrasados e temos que correr contra o tempo", ressaltou. 

Para Renan Filho, acabar com a pobreza e o analfabetismo será a segunda emancipação de Alagoas, que em 2017 completa 200 anos de emancipação política. Atualmente, o estado detém os piores indicadores educacionais do País, de acordo com dados do Ministério da Educação. "Temos o pior Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do País para o ensino médio e fundamental. Precisamos mudar isso", ressaltou Renan Filho, que depois da posse na Assembleia Legislativa, participou da solenidade de transmissão de cargo, feita no Palácio do Governo, feita pelo então governador Teotonio Vilela Filho (PSDB). 

Mais conteúdo sobre:
Posse 2015 Alagoas Renan Calheiros Filho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.