Assine o Estadão
assine

Política

Renan Calheiros

Renan diz que novo inquérito é 'filme velho, repetido' e quer que coisas se esclareçam

STF recebeu novo pedido de investigação contra o presidente do Senado; caso tem relação com denúncia existente na Corte sobre suposto recebimento de propina pelo parlamentar para pagamento de despesas pessoais de 2007

0

Ricardo Brito,
O Estado de S.Paulo

23 Fevereiro 2016 | 13h28

BRASÍLIA - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), classificou nesta terça-feira, 23, como filme "velho e repetido" o novo pedido de investigação contra ele que chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF). O caso tramita em segredo de justiça e tem relação com a denúncia existente na Corte sobre suposto recebimento de propina pelo parlamentar para pagamento de despesas pessoais de 2007, escândalo que o levou a renunciar o comando do Senado.

"Isso é um filme velho, repetido, eu já dei todas as explicações, não há dinheiro público, eu é que tenho o maior interesse em que todas essas coisas se esclareçam", disse ele, ao destacar que foi o responsável por apresentar os documentos para as apurações oficiais.

O novo procedimento de investigação encaminhado ao STF, desta vez, apura as práticas dos crimes de peculato e lavagem de dinheiro. A suspeita é de que exista fraude contábil e tributária. A apuração ainda precisa ser analisada pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator do caso na Corte, mas já tem quase 2 mil páginas existentes com base em uma "notícia de fato" sobre o caso.

Mais conteúdo sobre:

Comentários