Relator reafirma que não mudará seu parecer sobre Renan

Cafeteira defende o arquivamento da representação contra o presidente do Senado

Agencia Estado

15 Junho 2007 | 15h13

O senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA), relator do Conselho de Ética, que defende o arquivamento da representação contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta sexta-feira, 15, que não cabe a ele submeter a perícia as notas apresentadas por Renan, para justificar a venda de cabeças de gado como fonte de recursos para o pagamento de despesas com a filha que teve com a jornalista Mônica Veloso. Segundo Cafeteira, esse é um papel que cabe ao Conselho de Ética. Ele reafirmou que não pretende mudar o seu parecer pelo arquivamento da representação, sob o argumento de que a mesma foi feita com base em uma representação política e não fiscal, como tem de ser a denúncia relacionada à suposta existência de notas frias. Ao chegar ao Senado, Renan reuniu-se com aliados, no gabinete da líder do PT, Ideli Salvatti, para discutir a estratégia de defesa na reunião. A reunião do Conselho de Ética marcada para as 10 horas, foi adiada para as 11 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.