Relator do processo contra Renan pede afastamento

Licença de Cafeteira teria sido por recomendação médica e a pedido da família

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 14h34

O senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA) pediu no domingo, 17, à noite ao presidente do Conselho de Ética do Senado, Sibá Machado (PT-AC), o afastamento por 10 dias, da função de relator do processo contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), por quebra de decoro parlamentar. O afastamento "temporário" teria sido por recomendação médica e a pedido da família. De acordo com a assessoria de Cafeteira, ele passou mal na madrugada de sábado para domingo, tendo sido atendido por médicos do Senado, e foi encaminhado ao Hospital Santa Lúcia, em Brasília, onde foi constatado que sofre de leucocitose (falta de sódio e manganês no organismo, que provoca desmaios). Cabe agora a Sibá Machado indicar um substituto para ouvir nesta segunda-feira, 19, às 14h30, o lobista da empreiteira Mendes Júnior, Claudio Gontijo, acusado de ter pago pensão alimentícia à filha de Renan, com a jornalista Mônica Velloso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.