Relator anuncia que apresenta parecer sobre Renan

Epitácio Cafeteira deve arquivar o processo contra decoro parlamentar; PSOL pedirá pedido de vistas.

Rosa Costa,

13 Junho 2007 | 18h03

O senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA), relator da representação contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), informou nesta quarta-feira a um grupo de parlamentares do PSOL que apresentará nesta tarde seu parecer sobre o assunto.   O PSOL é autor da representação por suposta quebra de decoro parlamentar, baseada no noticiário segundo o qual o lobista da empreiteira Mendes Júnior Cláudio Gontijo pagava pensão à jornalista Mônica Veloso, com quem Renan tem uma filha.   Cafeteira recebeu os parlamentares do PSOL em seu gabinete, em reunião aberta à imprensa. Eles lhe entregaram um requerimento para que a investigação sobre o caso seja feita de modo a esclarecer todos os fatos. Para isso, segundo eles, seria necessário que o Conselho de Ética do Senado ouvisse os depoimentos da jornalista Mônica Veloso, do lobista Cláudio Gontijo, do empreiteiro Zuleido Veras - supostamente chefe da máfia das fraudes em licitações de obras públicas - e de Antonio Vasconcellos, primo de Renan que o acusou de manter ´laranajas´ para esconder posses de fazendas.   O PSOL cita Zuleido Veras porque o nome de Renan aparece em gravações que a Polícia Federal fez de conversas de integrantes da máfia.   "Não cabe, portanto, a nosso juízo, um arquivamento da representação sem ouvir as pessoas aqui sugeridas e outras mais que algum membro do colegiado (Conselho de Ética) considere necessário", diz o PSOL.   Cafeteira não quis antecipar seu voto, mas, segundo o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), o relator deu a entender que deve arquivar o caso. "Como decidiram as cabeças coroadas do Senado", completou Alencar.   É certo que, quando Cafeteira apresentar seu relatório, haverá pedido de vistas. Por isso, a votação do texto só deve ocorrer na próxima quarta-feira.   O senador José Neri (PSOL-PA) antecipou que, quando o parecer do relator for apresentado, pedirá o apoio de senadores para entregar ao Conselho um voto em separado pedindo o prosseguimento da investigação, caso Cafeteira decida mesmo pelo engavetamento do caso.

Mais conteúdo sobre:
caso Renan monica veloso cláudio contijo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.