1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Rede adia posição sobre eleições em São Paulo

ANA FERNANDES - Agência Estado

25 Junho 2014 | 21h 09

Decisão do grupo é motivada por incerteza quanto a possibilidade de candidatura independente para o Senado

O grupo de membros que compõem o chamado "diretório estadual" da Rede Sustentabilidade em São Paulo decidiu adiar desta quarta para segunda-feira, 30, uma decisão sobre o posicionamento com relação às eleições majoritárias no Estado.

Segundo a coordenação estadual da Rede, a decisão de adiar se deve principalmente à incerteza quanto à possibilidade de haver candidaturas independentes ao Senado, desmembrando a coligação encabeçada na disputa a governador por Geraldo Alckmin (PSDB), que busca a reeleição.

A Rede se considera um "partido de fato" ainda que não um "partido de direito", como explica a porta-voz Hádia Feitosa. Como não teve as assinaturas aceitas pelo Tribunal Superior eleitoral (TSE) a tempo para ter candidatos nas eleições deste ano, integrantes da Rede se abrigaram em outras legendas, principalmente o PSB, para poder participar do pleito.

Em São Paulo, o desejo da Rede de ter candidatura própria naufragou e o PSB decidiu apoiar a reeleição do governador tucano, uma decisão que não tem apoio da Rede. O que se discute atualmente entre os integrantes do grupo é se o lançamento de uma candidatura "independente" ao Senado, que é algo novo e que dependeria até de uma aprovação do TSE, poderia ser interpretado como um apoio da Rede ao PSDB em São Paulo. "Não há a hipótese de nos aliarmos com os tucanos em São Paulo", explica Hádia.

Apesar de já ter sido oferecida à Rede a possibilidade de ter uma candidatura independente ao Senado, o grupo entende que não valeria a pena discutir a possibilidade antes da convenção estadual do PSDB. Nos bastidores, trabalha-se com a possibilidade de o partido articular uma candidatura única ao Senado, tese que foi defendida abertamente pelo próprio Alckmin.

Já foram citados na imprensa os nomes dos integrantes da Rede deputado federal Walter Feldman e ambientalista João Paulo Capobianco. A posição oficial da Rede em São Paulo neste momento, no entanto, é que nem está definida ainda a possibilidade de haver uma candidatura independente ao Senado em São Paulo e que por isso os nomes não foram nem discutidos.

Eleições 2014