1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Radialista é morto no interior do CE

Lauriberto Braga - especial para O Estado de S. Paulo

22 Fevereiro 2013 | 18h 35

Mafaldo Gois foi assassinado quando ia para Rádio Jaguaribe; ele foi atingido por 5 tiros

FORTALEZA - O radialista Mafaldo Bezerra Gois, de 51 anos, foi assassinado nesta sexta-feira, 22, em Jaguaribe, no Ceará, a 300 quilômetros de Fortaleza. Ele foi morto a tiros quando se dirigia para Rádio Jaguaribe FM, onde apresentava um programa político diário.

Góis foi atingido por cinco disparos, tendo morte imediata. Segundo a polícia, a suspeita é que dois pistoleiros tenham cometido o crime. Os executores fugiram numa motocicleta.

O radialista havia registrado queixa na Polícia Civil de que estava sendo ameaçado de morte. A suspeita da polícia é que a morte do radialista foi "encomendada". Um inquérito foi aberto para apurar o crime.

Em seu programa, Góis vinha fazendo críticas a políticos locais. Góis era popular e seu programa tinha grande audiência na região. A diretora artística da Jaguaribe FM, Jaqueline Leite, informou que o programa do radialista assassinado era o mais ouvido da emissora. Ele ia ao ar de 11h ao meio-dia.O corpo do radialista será sepultado em Iguatu, a 380 quilômetros de Fortaleza, neste sábado.