1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Queda de Dilma nas pesquisas representa fim de ciclo, diz Aécio

Wal Souza - O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2014 | 16h 57

Ibope/Estadão divulgada neste sábado indicou que índice de aprovação da presidente caiu para 39%

MACEIÓ - Provável candidato do PSDB à Presidência, o senador Aécio Neves disse neste sábado, 22, que a queda dos índices de avaliação da presidente Dilma Rousseff nas pesquisas representa o fim de um ciclo.

"Com índices aquém, chegou a hora de encerra esse ciclo de 11 anos e apostar em um novo projeto. Mais coerente, ético, transparente e eficiente para todos", afirmou o tucano em visita a Maceió, onde desfilou pela orla da capital com o tradicional bloco de carnaval Pinto da Madrugada.

A pesquisa Ibope/Estadão publicada neste sábado indicou queda de 4 pontos percentuais no índice de aprovação do governo Dilma. No início de fevereiro, 43% dos brasileiros consideravam a gestão da petista ótima ou boa. Hoje, 39% da população tem essa avaliação.

O senador mineiro comentou ainda o julgamento do mensalão mineiro. Para Aécio, o PSDB defende a apuração e o julgamento do caso e afirmou que a sigla não acredita na existência de presos políticos no Brasil.

"O PSDB possui um entendimento diferente do PT. Para nós, o caso deve ser apurado e julgado. Não acreditamos que há atualmente presos políticos no Brasil. O que há é presos por corrupção e desrespeito no poder", disse.

Antes de chegar a Alagoas, onde se encontrou com o governador do Estado, Teotônio Vilela (PSDB), Aécio esteve em Recife na sexta-feira. Em Pernambuco, o senador se reuniu com o governador Eduardo Campos (PSB), provável adversário do tucano nas eleições deste ano.