1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Quebra-gelo chinês encalha após ajudar em resgate na Antártida

MAGGIE LU YUEYANG - Reuters

03 Janeiro 2014 | 08h 50

Um quebra-gelo chinês que ajudou a resgatar 52 passageiros de um navio russo retido no gelo da Antártida também encalhou na sexta-feira, complicando uma operação de resgate que já dura nove dias.

O Dragão da Neve havia transportado passageiros do navio encalhado para um quebra-gelo australiano na noite de quinta-feira, mas agora há dúvidas sobre a sua própria capacidade de continuar navegando em mares agitados, segundo autoridades marítimas da Austrália.

"Ele tentará manobrar em meio ao gelo quando as condições da maré forem mais adequadas, nas primeiras horas de 4 de janeiro de 2014", disse a Autoridade Australiana de Segurança Marítima.

O quebra-gelo australiano Aurora Australis permanecerá de prontidão para auxiliar no resgate. O plano inicial era que a embarcação navegasse até uma base antártica para reabastecer antes de viajar para a Austrália.

Na quinta-feira à noite, um helicóptero do Dragão da Neve transportou em pequenos grupos 52 cientistas e turistas do navio russo Akademik Shokalskiy para o navio australiano.