1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

PT tenta conseguir apoio do PSDB na disputa pela presidência da Câmara

- Atualizado: 22 Janeiro 2015 | 11h 52

Candidato petista Arlindo Chinaglia procura rivais por aliança em eventual 2º turno

São Paulo - Candidato a presidente da Câmara pelo PT, o deputado federal Arlindo Chinaglia está tentando amarrar o apoio do PSDB para um eventual 2º turno na disputa. O parlamentar esteve nessa segunda-feira, em São Paulo, no diretório estadual dos tucanos, onde se reuniu com o presidente da sigla, Duarte Nogueira, e outros membros da executiva paulista.

Apesar se ser adversário histórico do PT, o PSDB está sendo alvo de assédio do grupo de Chinaglia, que prevê enfrentar Eduardo Cunha (PMDB) num provável segundo turno pelo comando da Casa. Os tucanos, porém, informaram ao petista que estão fechados com a candidatura de Julio Delgado (PSB) no primeiro turno e "inclinados" a apoiar Cunha no segundo.

Deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP)

Deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP)

Segundo o deputado Vicente Cândido (PT-SP), um dos articuladores da campanha de Chinaglia, o PT "está disputando" o apoio do PSDB no segundo turno e a aproximação com os rivais "está em construção".

A bancada paulista do PSDB almoçará na próxima segunda-feira com Eduardo Cunha no Lelis, tradicional cantina da capital.

Mais em PolíticaX