1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

PT, PSDB E PSB comentam resultado do Ibope

BRUNO MARTINS, ESPECIAL PARA A AE - Agência Estado

22 Maio 2014 | 17h 42

Pré-candidatos usam internet para falar sobre pesquisa eleitoral divulgada nesta quinta-feira, 22

Partidos e pré-candidatos à Presidência da República utilizaram sites e perfis nas redes sociais para comentar os resultados da pesquisa de intenção de voto divulgada pelo Ibope nesta quinta-feira.

O site oficial do PT destacou que a presidente Dilma Rousseff "aumentou sua vantagem sobre os principais adversários para as eleições deste ano" após ter atingido 40% das intenções de voto no cenário mais provável para o primeiro turno, que considera as candidaturas de partidos nanicos. No entanto, a diferença para o segundo colocado na pesquisa, o pré-candidato do PSDB, Aécio Neves, caiu. No levantamento de abril, a petista tinha 37% contra 14% do tucano. Na pesquisa de maio, Dilma tem 40% contra 20% de Aécio. Horas depois, o PT atualizou o texto. Tirou a referência ao aumento da diferença e disse que o resultado mantém a presidente "com folga no primeiro lugar se as eleições fossem hoje".

Segundo texto divulgado no site oficial do PSDB, o resultado da pesquisa aponta "tendência de segundo turno nas eleições". O partido também utilizou a nota para atacar a propaganda eleitoral veiculada pelo PT na semana passada e que foi suspensa por decisão do Tribunal Superior Eleitoral. "O terrorismo eleitoral promovido pelo último programa partidário do PT, exibido na semana passada em cadeia obrigatória de rádio e TV, não foi suficiente para impedir que a vantagem da petista Dilma Rousseff em relação ao tucano, no segundo turno, continuasse caindo", diz a nota.

Sem se referir a nenhum adversário, o pré-candidato e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, postou um texto em sua página oficial no Facebook no começo desta tarde afirmando que nenhuma pesquisa reflete cenários eleitorais, mas o sentimento da população no momento. "O desejo de mudança se apresenta mais forte que nunca no coração das pessoas de todos os recantos do Brasil. O povo já escolheu a mudança", diz Campos, em trecho da nota. O ex-governador de Pernambuco subiu cinco pontos porcentuais em maio, após permanecer com 6% das intenções de voto nos meses de março e abril.

Integrante da chapa do pré-candidato do PSB, a ex-senadora Marina Silva, não citou a pesquisa do Ibope ou adversários, mas postou uma imagem em sua página no Facebook com a frase: "É hora de ouvir e compreender os sentimentos que o povo expressa, dialogar com a indignação para que seja energia de mudança, antes que se torne repetição da queixa. Recolher os desejos como um buquê de esperança".

Eleições 2014