1. Usuário
Assine o Estadão
assine


PT desiste de recorrer da decisão sobre instalação de CPI restrita à Petrobrás

Daiene Cardoso - O Estado de S. Paulo

24 Abril 2014 | 16h 11

Informação foi confirmada pelo líder da bancada no Senado, Humberto Costa (PE); recursos ficarão a cardo do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), e a senadora Ana Rita (PT-ES)

Brasília - O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), anunciou na tarde desta quinta-feira, 24, que a bancada do PT não vai recorrer da decisão da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, em favor da instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) exclusiva da Petrobrás.

O recurso, segundo o petista, ficará a cargo do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da senadora Ana Rita (PT-ES). "A ministra optou por não acatar o que foi decidido pelo Presidente do Senado, pela Comissão de Constituição e Justiça e pelo plenário desta Casa e julgou pela redução do escopo da CPI exclusivamente à Petrobrás", disse o líder em discurso na tribuna.

"Quero anunciar aqui o nosso respeito ao entendimento da ministra Rosa Weber e a decisão da bancada do PT, tomada após uma reunião que fizemos agora há pouco e que também consultamos alguns senadores que estavam ausentes, de não recorrer da liminar ao plenário do STF, tendo em vista o mandado de segurança apresentado pela senadora Ana Rita", completou.

Mais cedo, Costa havia dito que o PT deveria recorrer ao plenário da Corte, mesmo sabendo que não há efeito suspensivo para a decisão da ministra. Sua posição inicial mudou após a reunião da bancada dos partidos.

 

  • Tags: