1. Usuário
Assine o Estadão
assine


PT dá comando da sigla no MA a aliado de Roseana

ANDREZA MATAIS E VERA ROSA - Agência Estado

19 Fevereiro 2014 | 21h 54

A direção nacional do PT decidiu garantir a um aliado da governadora Roseana Sarney (PMDB) o comando do partido no Maranhão, abrindo caminho para uma aliança com a família Sarney na disputa eleitoral deste ano. Em reunião reservada da executiva nacional do partido, na terça-feira, em Brasília, o PT anulou o segundo turno da eleição para a presidência do diretório estadual que elegeu Luís Henrique Sousa para o cargo, um defensor da candidatura de uma chapa petista ao governo estadual.

O comando nacional aceitou recurso do atual presidente, Raimundo Monteiro, que contestava o segundo turno garantindo-lhe o cargo. Monteiro é defensor da aliança com o PMDB de Roseana. "É óbvio que ao desconsiderar o segundo turno e manter Monteiro como presidente, a direção nacional deu uma clara sinalização de que seu desejo é apoiar os Sarneys", criticou Sousa.

Monteiro venceu a eleição no primeiro turno. Contudo, os votos somados dos demais candidatos eram superiores aos que ele recebeu nesta fase da disputa, o que no entendimento de uma ala do partido levou a eleição ao segundo turno. A executiva nacional do PT, na reunião conduzida pelo presidente nacional do partido, Rui Falcão, porém, desconsiderou a soma dos votos e definiu que Monteiro teve a maioria para assumir a presidência.

O PT participa do atual governo de Roseana Sarney. O partido indicou o vice na eleição de 2010 e tem cargos na gestão da peemedebista. Na disputa presidencial de 2010, Roseana apoiou a candidatura de Dilma Rousseff. No final de janeiro, o presidente do PT se queixou em reunião do partido no Ceará do tratamento recebido pela governadora Roseana Sarney por causa da discussão sobre aliança eleitoral no Estado. "O caso do Maranhão. Eu confesso a vocês que em toda minha vida eu fui tão maltratado durante quase meia hora pela governadora do Maranhão," desabafou com os petistas cearenses.