1. Usuário
Assine o Estadão
assine


PSOL protocola pedido de investigação contra André Vargas por uso de jatinho

DAIENE CARDOSO - Agência Estado

03 Abril 2014 | 13h 33

Sigla solicita que Câmara apure a viagem do parlamentar em avião de doleiro investigado pela Polícia Federal por lavagem de dinheiro

Brasília - O PSOL protocolou nesta quinta-feira, 3, na Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, um ofício pedindo a investigação do vice-presidente da Casa, André Vargas (PT-PR). A bancada pede que o presidente Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) abra investigação sobre a viagem de Vargas no jatinho emprestado pelo doleiro Alberto Yousseff, alvo da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

"As ilações sobre vantagens indevidas e intermediação de interesses, que atingem Sua Excelência e vão além do âmbito pessoal, merecem resposta objetiva e institucional da Câmara dos Deputados", afirma o documento.

Na quarta, Vargas foi à tribuna dar explicações aos colegas. Em 10 minutos de discurso, o petista disse que foi "imprudente" e que não sabia das investigações contra o doleiro, com quem mantém amizade há 20 anos.

Doleiro. O deputado disse que conheceu Yousseff há 20 anos em Londrina e que o doleiro é proprietário do maior hotel de sua cidade. "Não conhecia até duas semanas o motivo pelo qual ele estava sendo investigado", afirmou. Vargas disse que só procurou Yousseff porque ele também era dono de um hangar na cidade e que poderia ajudá-lo a encontrar um avião para sua viagem de fim de ano.

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo revelou que no início do ano André Vargas pegou emprestado o avião de Yousseff para viajar de Londrina (PR) a João Pessoa (PB) em suas férias. O doleiro está preso por envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões.