Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

PSOL lança Freixo como pré-candidato à Prefeitura do Rio

Deputado concorrerá ao cargo pela segunda vez nas eleições municipais de 2016; em discurso, Freixo fez duras críticas ao atual prefeito Eduardo Paes 

Juliana Dal Piva, O Estado de S. Paulo

25 Outubro 2015 | 15h28

RIO - O PSOL lançou neste domingo, 25, a pré-candidatura do deputado estadual Marcelo Freixo para a Prefeitura do Rio no ano que vem. Durante seu discurso, Freixo criticou o prefeito Eduardo Paes pela nomeação da filha de um assessor do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. O caso foi revelado pelo Estado neste domingo, 25. 

"A nossa pré-campanha pode acabar com esse conjunto de maracutaias que se transformou a política do Rio de Janeiro", disse Freixo.

Danielle Alves, filha de Altair Alves Pinto, assessor do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha está lotada na Casa Civil da Prefeitura do Rio desde junho do ano passado. Segundo nota da assessoria do prefeito Eduardo Paes, Danielle foi nomeada após um pedido de Cunha. 

Ela e sua mãe também são donas da empresa Guaruja Granitos, no interior do Espírito Santo. A marmoria forneceu e instalou todas as divisórias e bancadas dos banheiros do Maracanã reformado para a Copa do Mundo de 2014.

Ao citar o caso, Freixo criticou: "Tem muita gente que lembra que o banheiro do Maracanã fedia antes da reforma. Acho que agora esse banheiro fede mais. Estou contando isso porque está nos jornais".

Essa é a segunda vez que o deputado disputa a Prefeitura do Rio de Janeiro. Em 2012, ele ficou em segundo lugar com 28% das intenções de voto. O prefeito Eduardo Paes foi reeleito em primeiro turno. 

Mais conteúdo sobre:
Psol Marcelo Freixo Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.