Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » PSDB: 'Padilha não venceu problemas da saúde no País'

Política

PSDB: 'Padilha não venceu problemas da saúde no País'

O presidente do PSDB de São Paulo, deputado Duarte Nogueira, afirmou, nesta segunda-feira, 10, que o ex-ministro da Saúde e possível candidato do PT ao governo paulista, Alexandre Padilha, "não pode citar o ex-governador Mário Covas, porque (Padilha) não enfrentou, não combateu e nem venceu os problemas da saúde no País e deixou a Pasta com um dos piores indicadores da história".

0

GUSTAVO PORTO,
Agência Estado

10 Fevereiro 2014 | 19h25

Pela manhã, em Sertãozinho (SP), Padilha citou Covas justamente para cobrar liderança do governador de São Paulo em defesa do setor industrial, especificamente para o etanol, uma crítica aos adversários tucanos. "O ex-governador Mário Covas sempre falava que se tem um problema, você tem de enfrentar, combater e vencer esse problema", disse o ex-ministro.

"Desde que pisou do solo paulista, na sexta-feira, 7, por quatro dias consecutivos, o ex-ministro não vez proposta alguma para São Paulo, só falou mal dos adversários", rebateu Nogueira. O deputado federal garantiu que o governador Geraldo Alckmin (PSDB), possível adversário de Padilha nas eleições de outubro, "não vai entrar nessas provocações".

Nogueira ironizou as declarações de Padilha "de que a bateria do PSDB estava arriada", feitas pelo ex-ministro desde o início da "Caravana Horizonte Paulista", sexta-feira. Para o parlamentar, "bateria tem de recarregar, senão acaba, como a do PT que acabou. Nós recarregamos todos os dias e isso o PT não faz".

Ainda segundo Nogueira, as declarações de Padilha na região de Ribeirão Preto trazendo para o governador paulista a iniciativa para combater a crise do setor produtivo de etanol "confirmam a total falta de propostas do ex-ministro, que sabe que o grande culpado pelas dificuldades do setor é o governo federal", disse. "O setor acreditou na promessa que (o ex-presidente Luiz Inácio) Lula (da Silva) fez aos empresários diante do (ex-presidente norte Americano George W.) Bush, que era para investir, pois haveria garantia do mercado. Foram atrás de investimento e se iludiram", concluiu Nogueira.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.