1. Usuário
Assine o Estadão
assine

PSDB divulga nota em solidariedade a Campos

Pedro Venceslau - O Estado de S. Paulo

08 Janeiro 2014 | 18h 09

Em nota, sigla diz que presidente do PSB e Marina experimentam 'face covarde' do ativismo petista

A executiva nacional do PSDB lançou nesta quarta-feira, 8, uma nota oficial manifestando "solidariedade" ao presidente nacional do PSB, governador Eduardo Campos, e à ex-senadora Marina Silva pelo texto divulgado na página oficial do PT com críticas a dupla.

"Agora na oposição, o governador de Pernambuco e a líder do Rede-Sustentabilidade experimentam a face covarde e autoritária do ativismo petista, da qual outros líderes das oposições têm sido vítimas contumazes, nas redes sociais: ataques organizados, quase sempre encobertos pelo anonimato de uma suposta militância dedicada a destruir reputações, e que atua como um exército especializado em tentar transformar mentira em verdade e calúnia em informação", diz a nota.

Sem assinatura, um artigo publicado na página virtual do PT na terça chamou o governador de "tolo" e disse que ele "vendeu a alma à oposição". Já Marina é considerada pelo texto "uma pedra no sapato" para o pernambucano. Nesta quarta, o responsável pelas redes sociais do partido, Alberto Cantalice, se recusou a identificar o autor do texto e disse que a publicação foi elaborada por "uma equipe".

Além dele, outros representantes petistas condenaram a publicação do texto, como o atual líder do PT na Câmara, José Guimarães, que afirmou que o material não representa a posição do partido. "Não temos de criar uma crise onde não tem", afirmou. O futuro líder da sigla no Legislativo, Vicente Paulo Silva (SP), o Vicentinho, condenou a atitude. "Eu não faria isso. Temos de ter uma postura respeitosa com aliados e ex-aliados".

Campos. Em resposta às criticas, o provável candidato do PSB à Presidência disse que o texto petista foi um "ataque covarde" e que  ele iria manter o "alto nível" do debate sobre o País. Campos ainda reproduziu a nota oficial do PSB em seu perfil no Facebook respondendo o texto do PT.