1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições 2014

PSDB ainda não definiu candidato ao Senado Federal

ELIZABETH LOPES - Agência Estado

29 Junho 2014 | 15h 26

Na convenção realizada neste domingo, 29, o PSDB de São Paulo definiu a chapa majoritária que concorrerá ao Palácio dos Bandeirantes. O atual governador, Geraldo Alckmin (PSDB), concorrerá à reeleição, tendo como vice o deputado federal Márcio França (PSB). A outra vaga na chapa majoritária, a do Senado Federal, ainda está indefinida e o partido realiza nesta segunda-feira, 30, reunião da executiva para tentar definir o nome. O ex-governador José Serra, que estava cotado para a vaga, deve disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados, mas há correligionários que apostam que ele poderá mudar de ideia e ainda concorrer ao Senado nessas eleições.

Em seu discurso durante a convenção, Serra teceu apenas duras críticas à condução da economia pelo governo petista, dizendo que o "PT não tem auroras para oferecer" ao País. Em determinado momento, chamou a atenção do presidenciável da legenda, Aécio Neves, dizendo: "Há economistas, viu Aécio, que dizem que o Brasil não tem poupança para investir." Serra saiu sem se pronunciar sobre sua candidatura e sem conceder entrevista.

O prazo para o registro das chapas partidárias na Justiça Eleitoral termina no próximo dia 5 de julho. Integrantes da executiva do PSDB acreditam que as negociações para a definição do nome de quem disputará o Senado poderão se estender até 4 de julho. A mesma expectativa cerca a definição do nome de quem integrará o cargo de vice na chapa majoritária do candidato da legenda à Presidência da República, Aécio Neves. O presidenciável tucano prometeu anunciar o nome nesta segunda-feira, 30.

Eleições 2014