1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

PSD quer Kassab para vaga ao Senado na chapa do PMDB-SP

Elizabeth Lopes e Ricardo Chapola - O Estado de S. Paulo

30 Junho 2014 | 11h 19

Após o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles recusar convite de Skaf, ex-prefeito é considerado nome mais forte pela sigla

Daniel Teixeira/Estadão - 27.06.2014
Ex-prefeito Gilberto Kassab

São Paulo - Depois da desistência do ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles para disputar o Senado na chapa do candidato do PMDB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf, o PSD deve homologar, nesta segunda-feira, 30, o nome do ex-prefeito e presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab, para essa vaga.

Na sexta-feira, Kassab havia dito que não pretendia disputar nenhum cargo neste pleito. Mas, de acordo com nomes próximos ao ex-prefeito, a direção de seu partido agora avalia o seu nome como o mais forte para integrar a chapa peemedebista.

A convenção estadual do PSD está sendo realizada na manhã desta segunda-feira na capital paulista e vai contar com a presença do candidato do PMDB, Paulo Skaf, e do vice-presidente da República, Michel Temer.

Para correligionários das duas siglas, a aliança entre PSD e PMDB em São Paulo fortalece a candidatura de Skaf na corrida ao Palácio dos Bandeirantes. O maior desafio para os partidos que fazem oposição ao PSDB do governador e candidato à reeleição Geraldo Alckmin é encerrar o ciclo de 20 anos de administração tucana no Estado.

Eleições 2014