1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Protestos de 2013 acordaram governantes, diz Carvalho

NIVALDO SOUZA - Agência Estado

21 Maio 2014 | 09h 53

O ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, afirmou nesta quarta-feira, 21, que as manifestações iniciadas em junho do ano passado foram positivas para a democracia e que elas foram "boas para que os governantes acordem". Ele afirmou, durante entrevista ao programa ''Bom Dia, Ministro'', da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que a presidente Dilma Rousseff "reagiu" positivamente às manifestações atendendo às principais reivindicações de mais recursos para saúde e educação.

"Foi a partir das manifestações de junho que a presidente reagiu", disse o ministro no programa. "Ela assumiu uma série de compromissos com a educação, como a destinação dos royalties do pré-sal, e colou mais R$ 4 bilhões para a saúde", complementou. "Espero que as manifestações populares vieram para ficar. É a partir delas que você toma uma série de medidas para atender a população", frisou.

Carvalho rebateu críticas sobre os gastos com os estádios da Copa, afirmando que eles "não são elefantes brancos". O ministro disse que a construção das arenas esportivas não prejudicaram recursos para saúde e educação, como as manifestações têm gritado nas ruas. "Não é verdade que as arenas são elefantes brancos. Elas não são apenas para o futebol, elas estão virando (locais de) referência cultural", justificou.

O ministro disse ainda que o atraso nas obras de mobilidade urbana prometidas para a Copa não preocupa o governo, que teria aproveitado o mote da realização dos jogos no País para aplicar recursos na área de transporte. "Se as obras de mobilidade vão ficar prontas para a Copa, essa não é a prioridade. Aproveitamos a Copa para fazer essas obras e isso é o importante", considerou.