Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Procuradoria-Geral já avalia oferecer nova denúncia contra Cunha

Política

Procuradoria-Geral já avalia oferecer nova denúncia contra Cunha

Já há a acusação por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, com base em suposto recebimento de propina no valor de US$ 5 mi

0

Beatriz Bulla ,
O Estado de S.Paulo

02 Outubro 2015 | 02h02

A investigação da Suíça sobre o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pode virar uma nova denúncia contra o deputado no Supremo Tribunal Federal. Procuradores aguardam o recebimento da documentação coletada pelas autoridades suíças para analisar o caso.

A indicação inicial é que como o procedimento corre desde abril na Suíça, com identificação das contas e valores, o caso já está avançado e pode virar uma acusação formal diretamente, sem precisar passar pela fase de inquérito no Brasil. A documentação completa obtida pela Suíça em investigação criminal instaurada contra o deputado ainda não chegou à Procuradoria-Geral da República.

Até agora, procuradores receberam a comunicação oficial de que a Suíça abriria mão da possibilidade de processar o deputado para remeter o caso ao Brasil. Receberam parte das informações sobre o caso - como os beneficiários dos depósitos feitos na Suíça. Ainda são aguardados, contudo, todos os dados da investigação.

O presidente da Câmara já é alvo de uma denúncia apresentada pelo procurador-geral Rodrigo Janot ao Supremo por envolvimento na Lava Jato.

Ele é acusado formalmente pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, com base em suposto recebimento de propina no valor de US$ 5 milhões proveniente de contrato de aluguel de navio-sonda pela Petrobrás.

 

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.