Procuradoria defende que Cachoeira continue preso

A Procuradoria Geral da República defendeu na segunda-feira a manutenção da prisão do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Em parecer encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que julgará nos próximos dias um pedido de habeas corpus em favor do contraventor, o Ministério Público pede que Cachoeira continue preso com o objetivo "de neutralizar ou, ao menos, enfraquecer seu poder de articulação e penetração que sabidamente exerce na sociedade".

EQUIPE AE, Agência Estado

07 Maio 2012 | 21h42

Mais conteúdo sobre:
Cachoeira prisão Procuradoria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.