1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Dirigente do PT pede em mensagem: 'Brasil urgente, Lula presidente'

- Atualizado: 05 Março 2016 | 16h 03

Texto foi divulgado pela página do PT no Facebook conclama a militância do partido a permanecer mobilizada em defesa do ex-presidente

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, divulgou neste sábado, 5, uma mensagem que conclama a militância do partido a permanecer mobilizada em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Apenas um ano e três meses depois do início do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, Falcão antecipa o slogan: “Brasil urgente, Lula presidente”.

Desde o último sábado, na festa de 36 anos do PT, quando se intensificaram as especulações sobre uma ação da Lava Jato contra ele, Lula voltou a dizer que se necessário será candidato à sucessão de Dilma em 2018.

O presidente do PT, Rui Falcão

O presidente do PT, Rui Falcão

Em conversas reservadas dirigentes petistas admitem que o partido espera usar a comoção em torno da condução coercitiva de Lula como impulso para mobilizar a militância em defesa do mandato de Dilma, pressionar o governo por mudanças na política econômica e abrir caminho para uma possível candidatura do ex-presidente em 2018.

Na mensagem deste sábado Falcão exalta a reação da militância petista à ação da Lava Jato contra Lula e diz que nessa sexta-feira foram registrados atos em solidariedade ao ex-presidente em mais de mil cidades. Foram bandeiraços, plenárias e reuniões em diretórios do PT.

“Quero conclamar, ao fazer este reconhecimento, que vocês permaneçam mobilizados, em vigília, que participem dos próximos eventos programados”, disse Falcão.

Nessa sexta-feira, o PT decidiu antecipar o calendário de mobilizações. Na próxima terça-feira, 8, Dia Internacional da mulher, o partido vai participar do ato Mulheres com Lula no vão livre do Masp, em São Paulo; nos dias 18 e 31 a Frente Brasil Popular promove atos também na Avenida Paulista e em outras capitais.

Na mensagem divulgada pela página do PT no Facebook, Falcão diz que a disposição de Lula em disputar a sucessão de Dilma é uma “boa notícia”. Segundo ele, o PT já prepara uma agenda de viagens pelo Brasil para o ex-presidente. “Ele vai iniciar uma agenda pelo país, viagens no Brasil inteiro, e nós temos que contribuir com sugestões”, disse o dirigente petista.

A exemplo de Lula, Falcão comparou a condução coercitiva do ex-presidente pela Polícia Federal a um sequestro. “Um presidente que nunca se recusou a prestar esclarecimentos à Justiça e que foi praticamente sequestrado numa violência que mobilizou todo o país”, disse o presidente do PT.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em PolíticaX