1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Covas Neto ironiza Matarazzo: 'Talvez tenha dificuldade em aceitar derrota'

- Atualizado: 20 Março 2016 | 14h 03

'Não tinha porque sair do partido', diz vereador e presidente do PSDB paulistano

O vereador Mario Covas Neto, presidente do PSDB paulistano, ironizou a decisão do vereador Andrea Matarazzo de se desfiliar do PSDB e abandonar as prévias que definirão o candidato do partido à Prefeitura de São Paulo. 

“Há dois anos, na disputa pelo diretório municipal, o Andrea também desistiu quando percebeu que perderia. Talvez ele tenha dificuldade em aceitar uma derrota. Não tinha porque sair do partido. Não me conformo que a decisão dele tenha sido essa”, afirmou o vereador tucano. 

O segundo turno das prévias tucanas ocorrem neste domingo (20) e contam agora com apenas um pré-candidato, o empresário João Doria, que é aliado do governadro Geraldo Alckmin. 

Segundo Covas Neto, o julgamento do pedido de impugnação feito contra Doria, que é acusado de compra de votos e abuso de poder econômico nas prévias, perdeu força com a decisão do vereador. 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em PolíticaX