1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Presidente do PSD pernambucano deve assumir vaga de Sérgio Guerra

Ricardo Della Coletta - Agência Estado

06 Março 2014 | 14h 39

André de Paula é primeiro suplente da coligação que elegeu deputado tucano em 2010

Brasília - O atual presidente do diretório do PSD em Pernambuco, André de Paula, deve assumir a vaga na Câmara do deputado Sérgio Guerra (PSDB-PE), morto na manhã desta quinta-feira, 6. André de Paula já foi deputado federal e assumiu o mandato pela primeira vez em 1999, pelo PFL (atual DEM).

Também pelo DEM, André de Paula chegou à suplência da coligação que elegeu Guerra em 2010, mas migrou posteriormente para o PSD - partido que atualmente integra a base aliada da presidente Dilma Rousseff.

Sérgio Guerra, ex-presidente nacional do PSDB, morreu nesta quinta-feira, aos 66 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde tratava de um câncer de pulmão. Em seu quarto mandato na Câmara, Guerra também era presidente do Instituto Teotônio Vilela, braço de formulação política do PSDB.

A carreira política de Sérgio Guerra começou no PMDB. Depois, filiou-se ao PDT, ao PSB e, em 1999, migrou para o PSDB. Foi dirigente do movimento estudantil pernambucano e, entre 2003 e 2011, ocupou uma vaga no Senado. Ainda pelo PSB, foi secretário de Indústria, Comércio e Turismo do Estado de Pernambuco, durante o governo de Miguel Arraes.