1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Mensalao

PP também bancou advogado para deputado

ERICH DECAT E FÁBIO FABRINI - Agência Estado

12 Maio 2014 | 21h 21

O diretório do PP também bancou com recursos públicos, provenientes do Fundo Partidário, a defesa de um parlamentar acusado de envolvimento em corrupção. Dados da prestação de contas do partido, recém-apresentados ao Tribunal Superior Eleitoral, mostram o pagamento de honorários a advogados que atuam para o deputado José Otávio Germano (RS) em inquérito penal e ação de improbidade administrativa.

A Corte já recebeu as prestações de contas de todos as legendas, mas os documentos são colocados à disposição para a consulta aos poucos. Em 2013, o PP pagou ao menos R$ 50 mil ao escritório gaúcho Boschi & Boschi Advogados. Segundo a prestação de contas, o valor se refere à defesa em processos nos quais ele foi acusado de desvio de recursos quando chefiava a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (2003 a 2006).

O serviço está descrito em relatório apresentado pela equipe de advogados e foi pago por meio de transferência da conta que a legenda mantém para movimentar os recursos do fundo. O escritório foi responsável pela defesa do congressista em inquérito penal que tramitou no Supremo Tribunal Federal.

"Além desse processo criminal, foi instaurado e ainda está em andamento no Rio Grande do Sul, na comarca de Santa Maria, uma ação de improbidade. Essa ação não foi julgada e nós continuamos o atendendo", disse ao Estado o advogado José Antônio Paganella Boschi. Em maio do ano passado, o Supremo rejeitou denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Germano. Ele foi denunciado pelos crimes de formação de quadrilha, peculato e dispensa ilegal de licitação. Germano foi acusado de integrar esquema que teria desviado R$ 44 milhões do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul.

A maioria dos ministros entendeu que as provas que fundamentaram a ação, colhidas pela Polícia Federal na Operação Rodin, eram ilícitas. A ação de improbidade, segundo o escritório, se baseia nas mesmas provas. O PP pagou outros R$ 50 mil para o escritório Mendonça Advogados em 2013. A prestação de contas diz que o valor corresponde a "honorários advocatícios pela pré-defesa" de Germano, "prestada no inquérito 3566, que tramita em Brasília (no STJ)".

O valor também foi transferido ao escritório da conta referente ao Fundo Partidário.

O PP informou ontem, por meio de sua assessoria, não ter localizado ninguém para comentar os pagamentos. O gabinete do deputado Germano não retornou aos pedidos de informação feitos pelo Estado.

O advogado Paganella Boschi alegou desconhecer que o dinheiro repassado ao escritório pelo PP seja do Fundo Partidário. Questionado sobre o motivo de o próprio congressista não ter pago sua defesa, respondeu: "Não sei. Acho que os partidos ajudam os deputados quando se apertam". De acordo com o advogado, os R$ 50 mil são só uma parcela dos serviços prestados ao deputado, que arcou, ele próprio, com outros pagamentos.

Mensalao

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo