Posse de Dilma já tem 1.229 convites impressos

A gráfica do Senado imprimiu ao menos 1.229 convites para a posse da futura presidente da República, Dilma Rousseff. Foram convidados os atuais e futuros deputados federais e senadores, autoridades do Judiciário e Executivo, chefes de Estado e embaixadores, além de parentes de Dilma e de seu vice, o deputado federal Michel Temer (PMDB-SP). Outros convites serão impressos, na medida em que forem solicitados pelo Ministério das Relações Exteriores e pelo governo.

ROSA COSTA, Agência Estado

20 Dezembro 2010 | 19h48

Os convites são individuais e intransferíveis. Cada um deles será encaminhado tendo em anexo uma credencial de estacionamento e um mapa indicando os locais reservados para os convidados da solenidade de posse, no dia 1º de janeiro. Um código de barras, que será verificado na chegada, identificará o nome do convidado e a função que ocupa. Esse procedimento funcionará como medida de segurança e indicativo sobre o local reservado para o convidado na cerimônia.

Com exceção dos parlamentares e autoridades estrangeiras, todas as pessoas que tiverem acesso às dependências do Senado terão de passar pelo detector de metais. O tour de turistas realizado diariamente pelos salões e corredores da Câmara e do Senado serão suspensos na próxima quarta-feira, para permitir os preparativos. Na quinta-feira serão instalados e testados os telões que transmitirão a solenidade em vários pontos das duas Casas do Congresso.

No próximo domingo haverá um ensaio geral da posse, desde a saída do Rolls-Royce presidencial da Catedral de Brasília até o momento em que a presidente descerá a rampa do Congresso. O horário será o mesmo da solenidade do dia 1º de janeiro, às 14h30.

Mais conteúdo sobre:
transição posse Dilma convite Senado Congresso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.