DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Polícia usa bombas para dispersar manifestação de índios em frente ao Congresso

O grupo está em Brasília para protestar contra o governo Temer e para reivindicar o avanço na demarcação de terras indígenas

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

25 Abril 2017 | 16h23

BRASÍLIA - A Polícia Militar usou bombas de gás para dispersar uma manifestação de índios em frente ao Congresso Nacional nesta terça-feira, 25. O grupo está em Brasília para protestar contra o governo do presidente Michel Temer e para reivindicar o avanço na demarcação de terras indígenas.

Por volta das 15h30, os índios desceram correndo o gramado em frente ao Congresso e foram impedidos por policiais da tropa de choque de acessar a entrada que dá acesso à Câmara e ao Senado. Mais numerosos, porém, eles conseguiram furar o bloqueio e começaram a pular dentro do espelho d’água.

A polícia, então, revidou com bombas de gás. O cheiro pode ser sentido de dentro das dependências da Câmara. Alguns índios chegaram a lançar flechas em direção ao Congresso. Caixões de papel foram jogados no gramado e no espelho d’água.

Segundo os organizadores do protesto, a manifestação reuniu mais de 4 mil índios. A polícia ainda não possui uma estimativa oficial do tamanho do protesto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.