Polícia prende condenado pela morte de Celso Daniel

Policiais civis do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Diadema, na Grande São Paulo, prenderam na manhã de hoje Marcos Roberto Bispo dos Santos, condenado a 18 anos de prisão pela participação no sequestro e assassinato do prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel. A vítima foi sequestrada em janeiro de 2002. Dois dias depois seu corpo, crivado de balas, foi localizado.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

01 Dezembro 2010 | 14h33

No último dia 18, a Justiça condenou Santos, o primeiro réu do processo. Antes do julgamento, ele já era foragido da Justiça pois havia um mandado de prisão preventiva contra ele. Por isso, o então réu não compareceu ao julgamento em que foi decidida sua detenção.

Ele foi acusado de participar do arrebatamento da vítima, na noite de 18 de janeiro de 2002. O promotor sustentou que Santos conduziu uma perua Blazer com Celso Daniel mantido refém até um cativeiro na favela Pantanal, em Diadema. Depois, em um carro Santana, Santos teria conduzido a vítima para outro cativeiro, em Juquitiba, próximo a Itapecerica da Serra. O corpo foi encontrado na estrada de terra de Itapecerica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.