Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Polícia Militar tenta impedir circulação da revista ‘Veja’

Política

Política

'Estado'

Polícia Militar tenta impedir circulação da revista ‘Veja’

Armados de fuzis, os PMs ficaram de prontidão no Aeroporto de Palmas à espera do voo que levava a revista

0

Fausto Macedo e Bruno Tavares, de O Estado de S.Paulo

26 Setembro 2010 | 20h39

SÃO PAULO -  A Polícia Federal teve de ser acionada na madrugada de ontem para garantir a distribuição dos 8 mil exemplares da revista Veja no Tocantins. Para tentar impedir que a publicação chegasse às bancas, o governo do Estado mobilizou efetivo de 30 policiais militares. Armados de fuzis, os PMs ficaram de prontidão no Aeroporto de Palmas à espera do voo que levava a revista.  

 

 

 

 

 Veja também:

link Juiz do TO censura 'Estado' em caso de corrupção que cita governador 

link Entidades protestam contra censura

 

 

 

 

Os PMs tinham a missão de localizar e apreender os exemplares de Veja. A revista, no entanto, não faz parte da lista de veículos de comunicação censurados pela liminar do desembargador Liberato Póvoa.

Acionado na madrugada, o procurador da República Álvaro Lotufo Manzano requisitou apoio da PF para escoltar o carregamento do aeroporto até a distribuidora da revista em Palmas. Uma equipe de reportagem da coligação Tocantins Levado a Sério, rival de Gaguim nas eleições, filmou toda a ação.

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.