1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

PMDB terá candidato à Presidência em 2018, diz Temer

ELIZABETH LOPES - Agência Estado

26 Maio 2014 | 16h 29

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP), afirmou na manhã desta segunda-feira que seu partido terá candidatura própria à Presidência da República nas eleições gerais de 2018. Este ano, o partido deverá ratificar na convenção de junho a aliança nacional com o PT da presidente Dilma Rousseff (PT), que tentará a reeleição e terá novamente o peemedebista como vice em sua chapa. A declaração de Temer foi feita no evento ?Estratégias de Comunicação e Marketing Político?, promovido pelo PMDB Mulher, em um hotel da capital paulista.

Ao falar de seu partido, Temer disse que "o PMDB tem o poder político", por isso os correligionários não podem ser pessimistas. E exemplificou: "Temos as presidências da Câmara, Senado e a vice-presidência da República. Os outros (partidos) temem nosso poder político, que será ainda maior nestas eleições." Pelas suas contas, o partido deverá eleger por São Paulo neste pleito pelo menos uma bancada de sete deputados federais.

O presidente do PMDB de São Paulo, deputado Baleia Rossi, que também participa do evento, disse que a sigla tem desafios no Estado. "O grande desafio é unir todas as lideranças para eleger Paulo Skaf (pré-candidato da legenda no Estado) o futuro governador de São Paulo." E disse que, além do desafio de eleger Skaf, existe outro: "Reconduzir Temer à vice-presidência da República."

Numa resposta às críticas dos adversários, Baleia Rossi citou os avanços sociais do governo petista, como os programas Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida, e disse que os avanços da gestão da presidente Dilma Rousseff foram possíveis porque ela conta com o peemedebista Michel Temer como vice.

Uma das organizadoras do evento, Vanessa Damo, deputada estadual e presidente do PMDB Mulher de São Paulo, também falou da pré-candidatura de Skaf e foi bastante aplaudida pela plateia de cerca de cem pessoas quando disse que a sigla não será vice de ninguém no Estado. "Teremos candidatura própria ao Palácio dos Bandeirantes", afirmou.

Eleições 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo