1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Planalto monta força-tarefa para 'dobrar' Cunha sobre Marco Civil

DAIENE CARDOSO, RAFAEL MORAES MOURA E RICARDO DELLA COLETTA - Agência Estado

17 Março 2014 | 13h 17

Ministros da Justiça e de Relações Institucionais se encontram com líder do PMDB na Câmara nesta segunda para discutir posição da bancada da sigla

Brasília - O Palácio do Planalto montou uma força-tarefa para minimizar as resistências do líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), ao projeto de lei do Marco Civil da Internet, que deve entrar na pauta de discussões da Casa nesta terça-feira.

Às 18h30 desta segunda, Cunha se reunirá no Planalto com o vice-presidente Michel Temer e os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. Eles vão discutir a posição da bancada do PMDB e tentar diminuir a crise entre o Executivo e o partido, acentuada nas últimas semanas.

"A mim não cabe ceder nada porque a posição é da bancada. Escutarei e, se for o caso, levo (os pedidos do Executivo) à bancada. Ela é quem decide, eu não decido nada", disse Cunha no sábado, em entrevista ao Broadcast Político, serviço em tempo real da Agência Estado.

Os principais líderes do PMDB na Câmara dos Deputados não prestigiaram a cerimônia de posse de seis novos ministros nesta manhã, no Palácio do Planalto. Pivô da crise, Cunha fez questão de dizer que só chegará a Brasília no final da tarde.

Já o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), alegou compromissos pré-agendados em seu Estado para não comparecer ao evento. Coube ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), representar o partido na solenidade.