Leonardo Augusto/Estadão
Leonardo Augusto/Estadão

Pixuleco com chifres vermelhos aparece em Belo Horizonte

Nova versão de boneco inflável do ex-presidente Lula foi montado em protesto na capital mineira e carrega miniaturas de Dilma do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel

Leonardo Augusto - Especial para O Estado, O Estado de S. Paulo

12 Outubro 2015 | 11h04

BELO HORIZONTE - Um boneco de doze metros do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vestido de presidiário foi erguido há pouco em protesto contra o partido e o governo de Dilma Rousseff (PT) na Praça da Bandeira, Região Sul de Belo Horizonte.

O boneco é diferente do que apareceu em manifestações em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Na versão da capital mineira, Lula tem chifres vermelhos, carrega, em uma das mãos, uma miniatura em alusão à presidente Dilma com um osso na boca e, na outra, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), com feições de um rato.

Os grupos que organizaram o protesto gastaram cerca de R$ 16 mil para fazer o boneco. No valor estão incluídas duas fantasias de Pimentel e Lula, com aproximadamente dois metros e meio, também preparadas para o protesto. Organizaram a manifestação os grupos Mulheres da Inconfidência, Brava Gente e Patriotas.

Cerca de 50 pessoas estão reunidas na praça. Segundo o fundador do Patriotas em Minas, Syllas Valadão, a intenção não é atrair grande número de pessoas, mas "apenas alertar para a situação do país". "A população está sendo enganada há muitos anos. Precisamos abrir os olhos para o fato de que o Brasil está quebrado".

Parte das pessoas que organizaram o protesto de hoje são as mesmas que fizeram manifestação contra o ex-presidente Lula durante o velório do ex-senador José Eduardo Dutra, no início da semana passada, em Belo Horizonte. O ex-presidente esteve no velório. Durante a cerimônia foram lançadas próximo ao local panfletos com a frase "petista bom é petista morto".

Mais conteúdo sobre:
pixuleco Lula Minas Gerais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.