1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Pimentel seria eleito no primeiro turno em Minas Gerais, diz Ibope

MARCELO PORTELA - Estadão Conteúdo

26 Agosto 2014 | 20h 17

Petista aparece na pesquisa com 37% das intenções de voto, seguido pelo ex-ministro Pimenta da Veiga (PSDB), com 23%

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira, 26, mostra que o ex-ministro Fernando Pimentel (PT) seria eleito em primeiro turno para o governo de Minas Gerais caso as eleições fossem hoje. O petista aparece no levantamento com 37% das intenções de voto. Em segundo lugar está o também ex-ministro Pimenta da Veiga (PSDB), que teve 23% da preferência do eleitorado, seguido por Tarcísio Delgado (PSB), citado por 3% dos pesquisados.

Além deles, Cleide Donária (PCO), Fidélis Alcântara (PSOL), Professor Túlio (PCB) e Eduardo Ferreira (PSDC) aparecem com 1% das intenções de voto cada. Segundo o Ibope, 11% dos eleitores declararam voto nulo ou branco, enquanto 22% dos pesquisados não responderam ou não sabem em quem votarão. Com a margem de erro de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, Pimentel teria pelo menos 35% dos votos válidos, contra 32% da soma de seus adversários.

Segunda etapa. A pesquisa mostrou que Pimentel também venceria um eventual segundo turno, com 42% dos votos, contra 26% de Pimenta da Veiga. Segundo o Ibope, 11% votariam em branco ou nulo e 21% não souberam dizer. O resultado do levantamento divulgado nesta terça, o primeiro após o início da propaganda eleitoral gratuita nas rádios e TVs, mostrou um aumento de 15 pontos porcentuais de Pimentel em relação à pesquisa Ibope divulgada em 30 de julho, enquanto Pimenta oscilou dentro da margem de erro. Na ocasião, o petista e o tucano apareceram em empate técnico no limite da margem de erro, com 25% das intenções de voto para Pimentel contra 21% de Pimenta.

Tarcísio Delgado também aparecia com 3% das intenções voto, assim como Cleide Donária, Fidélis Alcântara e Professor Túlio Lopes se mantiveram o 1%. Eduardo Ferreira oscilou negativamente um ponto porcentual, já que aparecia com 2% dos eleitores. No levantamento anterior, os votos nulos ou em branco somavam 13%, enquanto 31% não souberam responder ou não informaram em quem votariam.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e foi realizada com 1.806 eleitores, entre os dias 23 e 25. O levantamento foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) sob o número 0069/2014.

Eleições 2014