1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições 2014

Pimenta da Veiga que Lula e Dilma 'são arrogantes'

SUZANA INHESTA - Agência Estado

07 Julho 2014 | 21h 21

O candidato ao governo de Minas Gerais pelo PSDB, Pimenta da Veiga, rebateu as críticas feitas pelo seu principal adversário, Fernando Pimentel (PT), no início da tarde desta segunda-feira, 7, de que a sua proposta seria de um governo centralizado, de "gênios". "Ninguém é mais autoritário, mais dono da verdade, do que os governantes do PT, tanto de alguns Estados quanto a nível nacional. A arrogância dos governantes do PT é conhecida por todos, quanto de Lula quanto de Dilma, por isso querer transferir isso para nós é uma vã tentativa"'', disse Veiga, após sua visita de cortesia à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - Seção Minas Gerais.

Segundo ele, os governos do PSDB são sempre voltados para a participação popular. "Eu mesmo estou rodando o Estado inteiro para levar as minhas ideias e discuti-las para conseguir construir um programa de alta participação popular. Essa é a minha vida, quando fui prefeito foi a minha marca. Então são alegações vazias", enfatizou, explicando-se que só fez referências à Lula e Dilma como autoritários, donos da verdade, por conta da alegação feita pelo Pimentel. "Espero que a campanha possa se dar de forma mais construtiva, mais positiva, cada um dizendo o que pretende fazer, sem ficar com essa preocupação de denegrir o concorrente. Isso não leva a nada", completou.

Ele comentou que foi a OAB hoje e que se encontrou com o presidente da entidade, Luiz Cláudio da Silva Chaves, para estabelecer formas de ações e discutir Minas Gerais. "Sou filiado à OAB-MG há anos. (...) Tenho aqui grandes amigos. Minha família tem a marca do Direito. (...). Portanto era dever meu vir aqui e ouvir a demanda da ordem que representa setores tão importantes da sociedade e que ela possa se integrar nesse esforço e momento especial para Minas Gerais", falou.

Sobre os próximos passos da campanha, o candidato do PSDB nesta terça-feira, 8, juntamente com o seu vice, Dinis Pinheiro (PP) farão uma caminhada pelas ruas de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e depois assistirá o jogo entre Brasil e Alemanha pelas semifinais da Copa do Mundo. "Depois da Copa vamos continuar as viagens pelo interior e aprofundar as visitas na região metropolitana. No interior já fomos a mais de 100 municípios, mas nessa semana ainda iremos a Montes Claros, na semana que vem, Nepomuceno", informou.

Ele ainda disse que se encontraria com o candidato à Presidente da República pelo PSDB, Aécio Neves hoje à noite e que amanhã em Ibirité não sabe se o candidato vai poder ir junto fazer a caminhada.

Eleições 2014