PF recebe documentos sobre despesas de Renan Calheiros

Os documentos, notas relativas à venda de gado de fazendas do senador, foram entregues à PF na manhã deste sábado, e devem ser analisados até terça-feira

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 09h40

A Polícia Federal recebeu os documentos apresentados pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), como prova de que o dinheiro com que pagava as despesas da jornalista Mônica Veloso, com a qual teve uma filha, provinha das suas atividades agropecuárias. Uma equipe do Instituto Nacional de Criminalística (INC) foi designada para trabalhar na análise dos papéis neste final de semana, para que o laudo esteja pronto até a próxima terça-feira, 19, data da reunião do Conselho de Ética que analisa o processo em que o senador é acusado de quebra de decoro. Localizado na Superintendência da PF em Brasília, ocupando um espaço de 10 mil metros quadrados de área construída, O INC dispõe de um avançado complexo de laboratórios. Um deles é o laboratório de documentoscopia, um dos mais modernos do mundo, capaz de detectar os mais diferentes tipos de fraude. Cerca de 20 profissionais altamente treinados trabalham no departamento. Os documentos, um conjunto de notas fiscais relativas à venda de gado das fazendas do senador, foram entregues à PF pela manhã pelo presidente do Conselho de Ética, Siba Machado (PT-AC). Com os documentos, Renan espera rebater a denúncia do Jornal Nacional, da TV Globo, da última quinta-feira, segundo a qual o negócio teria sido feito com empresas de fachada e as notas seriam "frias".

Mais conteúdo sobre:
renan notas polícia federal senado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.