PF investiga suposto desvio de verba federal no AM

A Polícia Federal (PF) cumpriu hoje dez mandados de busca e apreensão em representações de três municípios amazonenses em Manaus, investigados pelo suposto desvio de R$ 11 milhões na aplicação de recursos federais repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb), pelo programa de Saúde Indígena, de merenda escolar e do Plano de Atenção à Saúde Básica.

LIEGE ALBUQUERQUE, Agência Estado

14 Abril 2011 | 17h53

De acordo com a PF, o suposto desvio, investigado junto com a Controladoria Geral da União (CGU), ocorreu entre 2008 e 2010, principalmente no envio dos recursos do Fundeb ao município de Tefé, a 923 quilômetros de Manaus. No período investigado, o prefeito era Sidônio Gonçalves (PHS), que foi afastado do cargo pela Justiça Eleitoral em dezembro do ano passado por ter sido considerado inelegível para concorrer por não ter domicílio eleitoral no município, de acordo com a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Em janeiro deste ano, houve nova eleição para a prefeitura em Tefé.

Os outros municípios investigados são Pauni e Tabatinga. De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Vitor Soares, mais de 30 computadores, cinco veículos e uma motocicleta foram apreendidos hoje. As investigações devem continuar com base no material apreendido para em até 90 dias ser concluído o inquérito.

Mais conteúdo sobre:
desvio verbas AM PF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.