1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Petrobrás publica esclarecimentos sobre Pasadena e defende compra de refinaria

Antonio Pita - Agência Estado

25 Abril 2014 | 20h 13

Estatal se manifesta pela primeira vez desde que o Estado revelou o aval de Dilma ao negócio

Rio - A Petrobrás publicou em seu site uma relação de esclarecimentos sobre a aquisição da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, reforçando o discurso da atual presidente, Graça Foster, sobre o negócio, realizado em 2006. É o primeiro posicionamento oficial da empresa desde que as denúncias de irregularidades na aquisição da refinaria voltaram à tona, em março, com a revelação, pelo Estado, de que a presidente Dilma Rousseff deu aval à compra em reunião do Conselho de Administração da Petrobrás.

Na versão da empresa, na época da compra, "o negócio era muito vantajoso para a Petrobrás", mas que em decorrência de alterações no cenário internacional de petróleo, transformou-se em um "empreendimento de baixo retorno." Segundo o documento, na reunião de Conselho em que foi discutida a compra da refinaria não constavam informações sobre as cláusulas de Marlim e Put Option, que trariam prejuízos à estatal.

A ausência dessas cláusulas foi apontada pela presidente Dilma Rousseff, então presidente do Conselho de Administração da empresa, como a razão para a aprovação da compra, em 2006. Em nota encaminhada ao Estado, a presidente afirmou que o relatório apresentado aos conselheiros era "falho e incompleto". O negócio foi aprovado pelo Conselho, segundo a nota, por estar de acordo com o planejamento estratégico da empresa.

A empresa nega que a Astra Oil tenha pago apenas US$ 42,5 milhões pela refinaria, um ano antes do negócio com a Petrobrás. "Análises da Petrobrás indicam que a Astra desembolsou pelo conjunto de Pasadena aproximadamente US$ 360 milhões. Deste valor, US$ 248 milhões foram pagos à proprietária anterior (Crown) e US$ 112 milhões correspondem a investimentos realizados antes da venda à Petrobras", diz o comunicado.Nos balanços das empresas controladoras da Astra Oil na Bélgica, constam o valor de US$ 42,5 milhões pela compra de Pasadena, em 2005.

A empresa esclareceu ainda que foi obrigada a comprar toda a refinaria após desentendimentos entre as sócias quanto à necessidade de novos investimentos na planta da refino. No total, a Petrobrás teria pago US$ 895 milhões pela compra da refinaria e da empresa de trading (comercializadora de petróleo e derivados) da sócia belga Astra Oil. Além dos recursos, foram desembolsados também US$ 354 milhões em juros, empréstimos e despesas legais do acordo judicial com a sócia, totalizando US$ 1,249 bilhão.

A nota apresenta dez questões e respostas sobre o tema de Pasadena em que a petroleira esclarece os valores da negociação, que "não envolvia apenas a compra da refinaria, mas sim um negócio bem mais amplo e diversificado", segundo o comunicado. O negócio compreenderia também os estoques de óleo, áreas de armazenamento e o "conhecimentos sobre o mercado e demais competências para operar no mercado norte-americano".

Segundo o documento, a refinaria está atualmente "em plena atividade" e com "resultado positivo" este ano. A Petrobrás afirma ainda que já recebeu propostas para venda da refinaria, mas que optou por esperar a conclusão das investigações sobre o caso.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo