1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Petrobras pagou mais US$ 685 mi por melhoria em Pasadena

ANTONIO PITA - Agência Estado

28 Abril 2014 | 15h 10

A Petrobras confirmou nesta segunda-feira que, além dos cerca de US$ 1,249 bilhão gastos na aquisição da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, foram gastos também mais de US$ 685 milhões em "melhorias operacionais, manutenção, paradas programadas e SMS (segurança, meio ambiente e saúde)" no período entre 2006 e 2013. No total, foram gastos cerca de US$ 1,934 bilhão.

Segundo a estatal, os valores totais da compra foram de US$ 554 milhões relativos à PRSI (Pasadena Refining System Inc.), que compreende a planta de refino, mais US$ 341 milhões destinados à trading, empresa comercializadora de combustível e mais US$ 354 milhões com "demais gastos", que seriam relativos às custas judiciais da arbitragem envolvendo a Petrobras e a sócia belga, Astra Oil.

Os valores foram divulgados em resposta a uma reportagem do jornal O Globo, questionando o montante total destinado ao polêmico negócio. Segundo o jornal, documentos internos da empresa indicam que, em 2009, avaliaram que "em qualquer cenário de continuidade da refinaria" seriam necessários mais US$ 275 milhões para as melhorias operacionais e de sustentabilidade na planta.